domingo, 13 de agosto de 2017

KURT SCHWITTERS e sua MERZ ART.


“Tudo estava destruído e era preciso construir o novo a partir dos escombros”
Kurt Schwitters (1887-1948)

Das colagens ao MERZ.

Kurt Schwitters nasceu em Hannover - Alemanha. 

Foi próximo do Movimento Dada, embora não tenha se encaixado a nenhum movimento, sua arte estruturada na ordenação plastica de materiais recolhidos aleatórios pelas ruas sofre influencias do construtivismo russo e neoplasticismo holandês. Visto que sua arte ia além do niilismo, neste aspecto construtivista, ou positivo, elevando o lixo cultural ao status de obra de arte.
Criou seu próprio movimento, o movimento de um homem só. Toda a diversidade de sua criação era por ele designada de MERZ.
Desejava com sua Merz art, "criar relacionamentos entre as coisas do mundo"



MERZ - O artistas que reorganizava fragmentos de um mundo em ruínas

"Dessa operação de deslocamento do material das ruas para o quadro, nasceu Merz, termo com o qual Schwitters passou a denominar tudo o que produzia: pintura, poesia, conto, escultura, modelos arquitetônicos, textos dramáticos, peças musicais, cenários teatrais. Criou até uma revista que circulou de 1923 a 1932.



Assemblage (Ans)

 , 1938
Em pouco tempo, Merz tornou-se uma espécie de marca registrada, e o artista chegou a assinar algumas de suas publicações como “Kurt Merz Schwitters”
https://oglobo.globo.com/cultura/livros/kurt-schwitters-artista-que-reorganizava-fragmentos-de-um-mundo-em-ruinas-13223183



Inicia em 1923 a produção do seu primeiro grande trabalho de ocupação espacial, que posteriormente chamou de "MERZBAU".
É considerada a primeira instalação artística, a CASA MERZ ocupava a residência do artista em Hannover, obra-chave concebida antes da ascensão de Hitler ao poder, foi destruída num bombardeio aéreo em 1943. A Merzbau nasceu no estúdio do artista e tomou toda a casa com collages e assemblages unidas por fios de arame e cordas. Reunindo um conjunto bizarro de objetos, achados, presenteados ou desprezados por amigos e artistas.
Antecipando em muitas décadas a POP ART e os conceitos de sites specific, instalações e penetráveis.
Perseguido pela GESTAPO, exílou-se na Noruega e posteriormente no Reino Unido, onde viria a passar muitas dificuldades em um campo de refugiados e vindo a morrer em 1948, nunca mais tendo voltado à Alemanha. Morreu pobre e em relativa obscuridade, muitas de suas obras foram destruídas, classificadas como arte degenerada e assim desaparecerão para sempre.

Gosto tanto que costumava chamar meu atelier de MERZ-OCA, numa versão Tupiniquim.




https://pt.wikipedia.org/wiki/Kurt_Schwitters
http://artemodernaartistas.blogspot.com.br/2016/03/kurt-schwitters-1887-1948.html


quinta-feira, 10 de agosto de 2017

LP The Beatles - White Álbum. Disco Vinil Galeria Ambiente



Meu preferido, apesar de todas as intrigas, adoro o Álbum Branco. 
Este do Acervo da Galeria Ambiente.
Lançado em 1968 sem titulo.
White Álbum  adotou-se este titulo devido a  capa dos discos, sim duplo,  totalmente branca. 
Escrito apenas “The BEATLES” em alto relevo, na mesma cor e com um número de série. 
Richard Hamilton foi o artista responsável pela arte. 
Acompanhado de um encarte que rendeu muitas histórias.
Confira esta história ... 
https://beatlescollege.wordpress.com/2011/05/17/white-album-%E2%80%93-o-%E2%80%9Cinicio-do-fim%E2%80%9D-em-uma-mistura-de-sentimentos/







quarta-feira, 9 de agosto de 2017

LP Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band - 50 anos e 2ª Semana Beatles de Visconde de Mauá.


Tirando onda, curtindo meu LP na 2ª Semana Beatles de Visconde de Mauá.


II Semana Beatles de Visconde de Mauá.
Temos  muito a celebrar.

Se levarmos em conta que "The Quarrymen" completa 60 anos, este é o nome da banda que Lennon criou com colegas de escola em 1957 e convidou Paul e  George para tocar.
Esta formação deu origem aos "The Beatles" em 1960 com a formação definitiva em 1962. 

O disco Sgt. Pepper´s Lonely Hearts Club Band completa 50 anos.
Lançado em 1º de junho de 1967, "Sgt. Pepper's", uma obra básica da cena emergente do rock psicodélico
O oitavo disco de estúdio dos Beatles, editado na véspera do "verão do amor" ,  ao início da era hippie - marcou um antes e um depois no panorama musical, rompendo com os limites da música com a banda imaginaria criada pelos músicos livremente dentro do estúdio.
Um disco icônico com uma capa dupla espetacular, com a fotografia dos 4 Beatles (Ringo Starr, John Lennon, Paul McCartney e George Harrison) com fardas estilizadas e super coloridas na parte interna . Na frente a celebre colagem fotográfica encomendada a Peter Blake, na qual aparecem rodeados por 67 personagens, de Marlon Brando a Karl Marx, de Bob Dylan a Edgar Allan Poe.
Ter um destes é muito mais que ter só um disco de vinil.
É uma obra da POP ART.

http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2017/06/1889012-principal-album-do-rock-sgt-peppers-lonely-hearts-club-band-faz-50-anos.shtml







Muito maneiro mesmo, uma obra-prima..
Adoro.
Confiram a programação da 2ª Semana Beatles no facebook.
https://www.facebook.com/events/249906932191500/?active_tab=discussion



CONEXÃO ATÔMICA - ready-made - Maurício Rosa e Chungtar Chong Lopes salãoARTEcorreios


READY-MADE: click power - CONEXÃO ATÔMICA - vende-se (Maurício Rosa/₢hungtar Chong Lopes 2017)
1ª Quinzena de ARTE POSTAL de Visconde de Mauá. #salãoARTEcorreios e exposição do Coletivo CARTA/OBRA, coordenado por Suyan de Mattos.
Veja programação.
https://galeria-ambiente.blogspot.com.br/2017/05/1-quinzena-de-arte-postal-de-visconde.html




Arte Postal - Fotografia vetorizada: Maurício Rosa
mais informações aqui https://mrpapel-papelariaartesanal.blogspot.com.br/2017/08/arte-postal-ready-made-conexao-atomica.html

Tudo sobre nosso evento:
https://galeria-ambiente.blogspot.com.br/2017/05/visconde-de-maua-rota-postal-doc-1.html

sábado, 5 de agosto de 2017

Arte Postal - salãoARTEcorreios - Ação educativa PIRAÍ


 Muito bacana o resultado da ação educativa salãoARTEcorreios .- Visconde de Mauá - ROTA POSTAL.

Atividade desenvolvida pela arte-educadora Gizele Barino e equipe para a nossa primeira exposição INTERNACIONAL de Arte Postal, realizada no PEPS - Parque Estadual da Pedra Selada. 
Formou-se um coletivo de estudantes da Escola Municipal Manoel Alexandre de Lima - PIRAÍ (RJ) - BRASIL.

Parabéns aos alunos que participaram do salãoARTEcorreios com belas ARTE POSTAL/MAIL ART (s) 
Grato.

Realização em parceria: 
MR Papel/Galeria Ambiente com CCVM - Centro Cultural Visconde de Mauá e REDE DE APOIO CULTURAL.

Vejam o vídeo com trilha sonora do Clube da esquina.





Uma pareceria 
MR Papel/Galeria Ambiente
Escola Municipal Manoel Alexandre de Lima
CCVM - Centro Cultural Visconde de Mauá
PEPS - Parque Estadual da Pedra Selada.






segunda-feira, 17 de julho de 2017

Arte Postal - salãoARTEcorreios - Ação educativa CEAQ Visconde de Mauá

 Muito bacana o resultado da ação educativa
salãoARTEcorreios .- Visconde de Mauá - ROTA POSTAL.

Atividade desenvolvida pelas arte-educadoras Gloria Cristina Vara e Ângela Coli para a nossa primeira exposição coletiva INTERNACIONAL de Arte Postal REALIZADA no PEPS - Parque Estadual da Pedra Selada. Formou-se um
Coletivo do CEAQ - Colégio Estadual Antônio Quirino - Vila de Visconde de Mauá - Resende (RJ) - BRASIL.

Parabéns aos alunos que participaram do salãoARTEcorreios e surpreenderam com belas ARTE POSTAL/MAIL ART (s) inspiradas na Pedra Selada, nas Araucárias e em nossas vilas e natureza.
Um dia em nossas vidas.
Grato.

Realização em parceria: 
MR Papel/Galeria Ambiente com CCVM - Centro Cultural Visconde de Mauá e REDE DE APOIO CULTURAL.

Vejam o vídeo com trilha sonora The Beatles, que também é coisa nossa.
Muito bacana "A day in the life"  com Chris Cornell, espero que gostem..
Grato.






Uma pareceria 
MR Papel/Galeria Ambiente
CEAQ - Colégio Estadual Antônio Quirino
CCVM - Centro Cultural Visconde de Mauá
PEPS - Parque Estadual da Pedra Selada.



Sobre nossa 1ª Quinzena de Arte Postal de Visconde de Mauá.




domingo, 16 de julho de 2017

Mantiqueira Acervo Precioso - Cildo Meireles - ZERO dollar e ZERO cruzeiro - Galeria Ambiente

Por estes dias ganhei um ZERO CRUZEIRO de um amigo muito querido.
Tipo aquelas historias, filho de peixe, peixinho é. Artista filho de artista.
Contou-me suas histórias de garoto "GASTANDO" um punhado destas notas de zero cruzeiro. Fazendo as inserções inocentes de um menino no circuito ideológico artístico de Cildo Meireles, artista que dentre tantas coisas utiliza em muitas de suas obras 
o dinheiro como matéria prima, suporte ou na sua linguagem artística.
Cara este presente foi demais.. Adorei.
Vai para o Acervo precioso da Galeria Ambiente.


Juntar-se ao ZERO DOLLAR.
Este do acervo remanescente de Rodrigo Rosa.
Meu irmão, que foi assistente de montagem do Cildo Meireles, em Brasília no ano de 2002.
Ele deveria admirar muito a pessoa e o artista, pois me precaveu anteriormente a respeito de zelar pelo Zero Dollar em pequena moldura na estante de seu apartamento.
Devo confessar que acima de tudo foi o que me despertou o para a linguagem e trajetória deste grande artista contemporâneo que não conhecia.
Mas quem sabe não virei ainda a conhecer pessoalmente.


Recentemente citado pela artista educadora Ana Letícia Penedo durante nossa 1ª Quinzena de ARTE POSTAL de Visconde de Mauá - ROTA POSTAL. 
Cada vez mais perto, parece que esta nos rondando.
Seja bem vindo.

  
Quer saber mais, muito bacana este artigo 

Um grande abraço aqui da Mantiqueira
para Cildo Meireles, 
Junte-se a nos aqui na 
Galeria Ambiente - Visconde de Mauá

Saudações 
Maurício Rosa

A Pedra Fundamental - Museu a céu aberto
MAP - Mantiqueira Acervo Precioso

terça-feira, 11 de julho de 2017

VISCONDE DE MAUÁ - Poema de Maria Helena Leal Lucas.

Nossa 1ª Quinzena de arte postal continua reverberando. 
Visconde de Mauá ROTA POSTAL - conexão MÉXICO 
Recebemos agora de Maria Helena Leal Lucas, confiram o poema.
Me desculpo com a autora, pois no copia e cola perde-se
 a visualidade original do espaçamento criado pelo artista.

Estamos juntos...
PEDRA FUNDAMENTAL
UM ABRAÇO UNIVERSAL.
Fotografia de Carmen Flores Campadello vetorizada por Maurício Rosa.


Desde CDMX
VISCONDE DE MAUÁ… R.J.

En la sierra de la Mantiqueira

Sube-respira Sube-respira Sube-respira SubeSubeSube

¡¡¡ Ufa !!!

De puertas abiertas

Majestuosa mata

Sombrea fiestas

Piedras que invitan escalar/rapel

Región rural

Adopta hippies

Aldea de migrantes

Deleita para soñar

El zig-zag de la carretera

Devela aventura/matiza

Valle de adrenalina

Tobogán natural

Con 1 clic Alucinantes paisajes

Florea noche-día

Vida que brota de la mata Atlántica

Santuario de los 4 elementos

Manantiales/cascadas/floresta nativa

Enreda sonidos mágicos

Por los campos altos de la maseta

Trilla del pinhão

Río Preto corre manso

Nace en el Parque de Itatiaia/pico de las Agujas Negras/mirantes

Baja Embellece Crea encanto

Hasta los pies de la Piedra Selada (1755 m)

Besa Minas Gerais & Rio de Janeiro

Maringá-Maringá- Maringáááá - Maromba...

Despierta minero/Desayuna carioca

Pesque-pague Trutas Rosas Salmonadas

Omnipresente testigo

Danzan nubes Mar de neblina Se deshacen

Densa vegetación

Estimula Paz…

Autor: Maria Helena Leal Lucas.


                                      
 Nosso encontro durante a 1ª Quinzena de ARTE POSTAL de Visconde de Mauá - ROTA POSTAL

mais sobre Maria Helena Leal Lucas
https://galeria-ambiente.blogspot.com.br/2017/07/arte-postal-maria-helena-leal-lucas.html

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Arte Postal Maria Helena Leal Lucas - salãoARTEcorreios CARTA/OBRA Visconde de Mauá - Mail Art



Primeira CARTA/OBRA para Maurício Rosa.

Maria Helena Leal Lucas - Livro/Objeto - Colagem com dobraduras padrão pre hispanico em Acordeão, técnica originalmente desenvolvida com o pré-papel Amate. Pinturas, inscrições, carimbos sobre informativos recheado com aplicação de Tortillas mexicanas - Cidade do México. 



A viagem ancestral com tortillas.



Desde MXCD á Visconde de Mauá.
O POEMA
 de Maria Helena Leal Lucas.
Fotografias da artista  
...............................................................................................................

A tortilha.
Cultura ancestral.
Redonda como a Lua.
Afeto, calor, alimento
O sonho.
A viagem real.
................................................................................................................................................................................................................




                                      












No salãoARTEcorreios, exposto no chão como objeto arqueológico.

..........................................................................................................................................................................................................
Segunda CARTA/OBRA para Maurício Rosa.
Maria Helena Leal Lucas - Assemblage: Uma costura cultural do México. Papel Amate costurado com pele de peixe sobre tear com medalhas.   



mais sobre Maria Helena Leal Lucas

sobre Visconde de Mauá - ROTA POSTAL